Buscar
Cerrar este cuadro de búsqueda.

Como selecionar o aderente industrial certo?

Tabla de contenidos

Na hora de escolher um adesivo somos sempre surpreendidos por certas dúvidas devido à complexidade de marcas, códigos, referências e regulamentos existentes. É de vital importância fazer a escolha correta do adesivo industrial para garantir uma boa aderência das nossas peças durante muitos anos.
Um aderente ou adesivo industrial tem muitas utilizações, desde colagem até vedação e isolamento, e pode ser aplicado em todos os tipos de superfícies. Alguns adesivos são universais e adequados para qualquer material e outros são específicos para conseguir uma aderência mais especial. Abaixo está uma breve revisão dos benefícios e limitações por tipo de adesivo químico industrial para ajudá-lo a selecionar o melhor adesivo para sua aplicação.

Selecione o aderente industrial correto

Benefícios e limitações dos adesivos devido à sua composição

largura=

Estes são os principais benefícios e limitações de cada adesivo industrial devido à sua composição química: Poliuretanos

  • São materiais elásticos e flexíveis
  • Resistência ao estresse normal 8 Mpa
  • Alongamento máximo superior a 600%
  • Adesivos viscosos
  • Fraca resistência à radiação ultravioleta.
  • Menor resistência a agentes químicos do que silicones
  • Eles podem ser pintados.
  • É necessário utilizar primers e/ou ativadores para garantir a adesão.

Silicones

  • Alto alongamento entre 200% e 600%
  • Resistência média ao cisalhamento dentro de uma faixa entre 1 e 4 Mpa
  • Resistência a altas temperaturas, resistindo a temperaturas acima de 300ºC
  • Alta estabilidade química contra ações ambientais externas como luz ultravioleta, ozônio, etc.
  • Baixa resistência química à ação de óleos quentes, produtos clorados e combustíveis.
  • Devido à sua baixa tensão superficial, os silicones não são pintáveis, apresentando comportamento semelhante aos materiais hidrofóbicos (repelentes à água).
  • Fixa, retém e veda, evitando afrouxamento e corrosão
  • Somente para metais
  • Cura rápida, adere a uma ampla gama de substratos
  • Baixa resistência a solventes polares
Acrílicos de dois componentes
  • Alta resistência, boa resistência ao impacto
  • Requer mistura
Acrílicos não misturados
  • União rápida e flexível com boa resistência ao impacto.
  • Aplicação em duas etapas.
Resinas epóxi monocomponentes
  • Forte, sem mistura.
  • O calor é necessário.
Resinas epóxi bicomponentes
  • Forte, curado à temperatura ambiente.
  • A mistura é necessária.
Fotopolimerização com luz ultravioleta (UV)
  • Cura rápida e boa adesão em plásticos, vidros e metais.
  • É necessário equipamento de cura.
composição aderente industrial
DICA: Ao colar materiais diferentes, especialmente em ambientes sujeitos a mudanças de temperatura, adesivos reforçados ligeiramente flexíveis podem ser melhores do que métodos de fixação rígidos, como a ligação mecânica. A expansão e a contração devido ao diferencial térmico entre os materiais podem induzir tensões nos substratos e na junta. Os adesivos flexíveis distribuem a tensão por uma área maior e podem absorver parte dessa tensão.

Adesivos de poliuretano

São adesivos industriais baseados na química do isocianato. Os adesivos de poliuretano também são conhecidos como adesivos elásticos, pois possuem extraordinária elasticidade e alongamento antes que ocorra a fratura (até 600%), mas como os adesivos epóxi Existem também adesivos rígidos de poliuretano, devido ao alto resistência à fratura que esses adesivos possuem (até 25 Mpa).

Os adesivos elásticos de poliuretano curam por reações de poliadição, adquirindo uma estrutura ligeiramente reticulada com propriedades de um material elastomérico, os adesivos rígidos de poliuretano também curam por poliadição, mas adquirem uma estrutura altamente reticulada com propriedades de um material termoendurecível.

Existem 3 tipos diferentes de adesivos de poliuretano:

  • Adesivos de poliuretano de 2 componentes (Pur 2C)
  • Adesivos de poliuretano de cura térmica monocomponente (Pur 1C – calor)
  • Adesivos de poliuretano de cura por umidade de 1 componente (Pur 1C – umidade)

Os adesivos de poliuretano monocomponentes ou monocomponentes podem ser adesivos elásticos ou adesivos rígidos, dependendo da estrutura, elastomérica ou termoestável, que o adesivo adquire depois de curado.

Os adesivos elásticos de poliuretano são aqueles que curam pela ação da umidade, enquanto os adesivos rígidos de poliuretano são aqueles que curam pela adição de calor.

Adesivos de poliuretano monocomponentes de cura por umidade.

Nota – Toda la información descrita sobre adhesivos poliuretano de 1 componente de curado por humedad están referenciadas a los principios básicos, para cada adhesivo la información válida es la contenida en las fichas técnicas del fabricante, dado a que la formulación del propio adhesivo varía las propiedades do mesmo.

Em um adesivo industrial de poliuretano monocomponente de cura úmida, deve-se levar em consideração o tempo de formação de película, equivalente ao conceito Pot life em adesivos de 2 componentes.

O tempo de formação da película se deve à ação da umidade presente no ambiente, que reage com as resinas formando o poliuretano.

O tempo de formação de película é o tempo máximo em que o adesivo deve ser aplicado e os substratos devem ser unidos ou montados. Uma vez ultrapassado o tempo de formação de película, a adesão nos substratos piora, visto que uma fina camada de adesivo foi curado, impossibilitando a molhagem do adesivo no substrato.

Um truque que informa se a pele se formou é pressionar levemente o primeiro cordão de adesivo que você aplicou, se manchar o dedo você pode montar a outra peça, se não manchar é melhor retirar todo o adesivo e reaplique ou procure outro adesivo com maior tempo de formação de pele.

O tempo de cura depende fortemente da concentração de umidade, é possível acelerar a cura utilizando um “booster”, que é um produto que contém principalmente água e se une ao adesivo no bocal misturador, obtendo uma secagem homogênea ao mesmo tempo. tempo rápido.

Adesivos de poliuretano monocomponentes de cura térmica.

Nota – Toda la información descrita sobre adhesivos poliuretano de 1 componente de curado por calor están referenciadas a los principios básicos, para cada adhesivo la información válida es la contenida en las fichas técnicas del fabricante, dado a que la formulación del propio adhesivo varía las propiedades do mesmo.

Adesivos de poliuretano de 2 componentes.

Nota – Toda a informação descrita sobre os adesivos de poliuretano bicomponentes está referenciada aos princípios básicos, para cada adesivo a informação válida é a constante nas fichas técnicas do fabricante, dado que a própria formulação do adesivo varia as suas propriedades.

Os adesivos de poliuretano de 2 componentes podem ser adesivos elásticos ou adesivos rígidos, dependendo da estrutura, elastomérica ou termoestável, que o adesivo adquire depois de solidificado ou curado.

A polirreação realizada é a poliadição, resultando em uma rede de polímeros com estrutura termoestável ou elastomérica, produzindo adesivos rígidos de poliuretano para o primeiro caso e adesivos de poliuretano flexível-elásticos para o último caso. A pós-vida deve ser levada em consideração, por se tratar de um adesivo de 2 componentes, uma vez misturados os 2 componentes na proporção adequada, a cura do adesivo começa a ocorrer, um aumento de temperatura no ambiente também reduzirá o vida útil da mistura.

Aplicações de adesivos de poliuretano

Dado que os adesivos de poliuretano de 2 componentes podem ser adesivos rígidos ou elásticos, a sua utilização em aplicações é generalizada numa vasta gama de produtos e setores, porque cumprem os requisitos tanto para juntas rígidas como elásticas.

Uma das aplicações mais comuns dos adesivos elásticos de poliuretano é a colagem de janelas e vidros, como a colagem de vidros dianteiros e traseiros de carros, ônibus e aviões.

Os adesivos de poliuretano também são usados para formar estruturas sanduíche, construção de portas, fabricação de contêineres, bem como na união de componentes plásticos.

Adesivos de silicone

Os silicones são considerados adesivos híbridos, visto que a estrutura principal do polímero é inorgânica e sua estrutura secundária é orgânica, razão pela qual suas propriedades mecânicas e químicas estão a meio caminho entre os adesivos inorgânicos e orgânicos, resultando em um Elastômero com resistência a altas temperaturas, bem como alta capacidade de alongamento (elasticidade).

Por outro lado, podemos classificar a ampla gama de colas à base de silicone, dependendo do tipo de polirreação que ocorre durante o seu processo de formação, possuindo as seguintes famílias:

  • Adesivo ou aderente de silicone industrial monocomponente de cura por umidade (policondensação)
  • Adesivos de silicone de 2 componentes (policondensação)
  • Adesivo de silicone monocomponente de cura térmica (poliadição)
  • Adesivos de silicone de 2 componentes (poliadição)

Adesivo de silicone de cura por umidade (policondensação) de 1 componente

A formação do aderente industrial (polímero) ocorre através da policondensação química com umidade ambiental.Quando formada através da policondensação, esta reação emite certos compostos voláteis durante o processo de cura, que depende dos monômeros reativos que compõem o adesivo, por isso nos encontramos com :

  • Silicones acéticos – são adesivos que emitem ácido acético durante o processo de cura, emitindo um cheiro característico de vinagre. É aconselhável proteger a superfície onde é aplicado, pois podem causar problemas de corrosão.
  • Silicones alcóxidos – são adesivos que liberam álcoois durante seu processo de cura, geralmente emitindo metanol.
  • Amino silicones- são adesivos que liberam aminas durante seu processo de cura, responsáveis pelo amarelecimento que o adesivo pode adquirir.
  • Silicones oxímicos – são adesivos que liberam oximas que são reaproveitadas no processo de cura resultando em adesivos neutros com rápida formação de película.

Sendo um adesivo industrial monocomponente, deve-se levar em consideração o tempo de formação de película, este tempo varia ligeiramente dependendo da composição interna do adesivo, por isso encontramos silicones que possuem um tempo de formação de película da ordem de 5 minutos versus silicones com um tempo de formação de pele de 30 minutos. É importante verificar esse valor através das fichas técnicas do produto.

Adesivos de silicone de 2 componentes (policondensação)

Sendo dois componentes, estes tipos de silicones são fornecidos em 2 cartuchos independentes que devem ser misturados homogeneamente para ativar e acelerar o seu processo de cura. Estas colas emitem álcoois durante o seu processo de cura devido à reação de policondensação que ocorre internamente.

Como todos os adesivos bicomponentes, os componentes devem ser misturados na proporção adequada indicada pelo fabricante, bem como tendo em conta o pot-life ou vida útil da mistura. Esses adesivos são utilizados quando as juntas necessitam de espessuras superiores a 6 mm, permitindo uma cura rápida e homogênea em toda a espessura do cordão de silicone.

Adesivo de silicone industrial monocomponente de cura por temperatura (poliadição)

Esses silicones necessitam do aporte de energia na forma de calor para ativar e provocar sua cura, ao contrário dos silicones de cura por umidade que são formados através de policondensação, esses silicones curam através de um processo de poliadição sem emitir nenhum tipo de composto volátil ao meio ambiente. .

Como é necessária a aplicação de temperatura, os substratos unidos por estes adesivos devem ser capazes de suportar a temperatura de ativação e cura numa faixa entre 100 e 150 ºC, portanto estes tipos de adesivos ficam restritos ao uso de juntas com plásticos, madeira, superfícies pintadas…

Uma das principais características destes silicones é o seu curto tempo de cura, conseguindo curas entre 10 segundos a 1 hora, dependendo da espessura aplicada. Por outro lado, deve-se notar que a sua adesão inclui uma faixa menor em comparação com os silicones curados por policondensação.

Adesivo de silicone industrial de 2 componentes (poliadição)

São silicones bicomponentes cuja cura ocorre através de reações químicas de poliadição, evitando a emissão de compostos voláteis ao meio ambiente. Como todos os adesivos bicomponentes, os componentes devem ser misturados na proporção adequada indicada pelo fabricante, bem como tendo em conta o pot-life ou vida útil da mistura.

Aplicações de silicone

Como consequência das propriedades descritas acima, os silicones são utilizados em juntas onde é necessária resistência a altas temperaturas, como vedação de iluminação, escapamentos, fogões, isolamento de materiais elétricos e eletrônicos que atingem altas temperaturas, churrasqueiras…

Devido à sua grande estabilidade química contra agentes externos como oxigênio, luz UV e ozônio, os silicones são utilizados para unir e vedar vidros e vidros em janelas, portas, fechamentos de fachadas, painéis solares…

Os silicones são incompatíveis com o crescimento microbiológico, por isso são muito frequentemente utilizados como materiais de vedação em banheiras, chuveiros, pias, cozinhas, etc…

Selantes e adesivos anaeróbicos

largura=

Trava rosca

O adesivo trava-roscas anaeróbico industrial Permabond permite fixar parafusos, porcas, pernos e pinos para protegê-los contra afrouxamentos devido à vibração,
Benefícios
  • Evita que as porcas enferrujem nos parafusos
  • Baixa força para peças que podem exigir desmontagem futura
  • Média e alta resistência para evitar roubo e vandalismo
  • Mais econômico do que usar fixadores mecânicos
  • Lubrifica para facilitar a montagem
  • As tolerâncias de usinagem podem ser aumentadas
  • Selar para evitar perdas
  • Segura porcas e parafusos que se soltam devido à vibração

selante de rosca

largura=
O adesivo industrial para vedação de roscas Permabond foi projetado para substituir materiais tradicionais de vedação de roscas, como cânhamo, fita PTFE e graxa para roscas.
Benefícios
  • Sem partículas soltas para obstruir as válvulas
  • Não desmorona, escorrega ou se solta com o tempo
  • Fácil de aplicar, permite posicionamento preciso de tubos e peças
  • Lubrifica para facilitar a montagem
  • Geralmente veda com aumento de pressão do tubo quando totalmente curado
  • Classes disponíveis para sistemas de água, gás, ar e hidráulicos
  • Resistente a uma ampla variedade de produtos químicos
adepto industrial anaeróbico

Articulações formadas in situ

O adesivo para juntas industriais anaeróbicas Permabond foi concebido para substituir as tradicionais embalagens de cortiça, madeira, borracha, papel e silicone.
Benefícios
  • Sem relaxamento ou encolhimento, portanto não há necessidade de reajuste ao longo do tempo
  • Um adesivo substitui várias formas de juntas pré-formadas
  • Não há necessidade de manusear embalagens frágeis
  • Não se desintegra, portanto não ocorrem vazamentos ou bloqueios
  • à prova de vibração
  • Não se torna frágil a longo prazo
  • Fácil de desmontar com ferramentas comuns
  • As superfícies não precisam ser lisas, portanto é necessário menos manuseio
  • Não precisa de cunhagem
  • Contato 100% metal com metal para melhor distribuição de tensão
DICA: Um adesivo de junta líquida industrial não apenas fornece 100% de contato entre as peças metálicas, mas também permite ao engenheiro reduzir a quantidade de manipulação do acabamento superficial. Portanto, os custos são reduzidos e a produção aumenta.
largura=

Compostos de retenção

Os compostos de retenção destinam-se à colagem permanente de juntas coaxiais.
As aplicações típicas de composto de retenção são:

  • Rolamentos em caixas
  • Buchas
  • Chaves e splines
  • engrenagens
  • Rotores
  • Polias
  • camisas de cilindro
Benefícios:
  • Aumenta/substitui montagens deslizantes
  • Previne a corrosão
  • Monta rolamentos
  • Restaura a montagem correta
  • Reduz o tempo de usinagem devido a tolerâncias relaxadas
  • Montagem rápida e fácil de peças
  • 100% de contato superfície a superfície
  • Permite maior capacidade de carga

Adesivos instantâneos de cianoacrilato

Os adesivos de cianoacrilato são adesivos monocomponentes que curam reagindo a pequenos vestígios de umidade na superfície dos substratos a serem colados. Esses adesivos curam muito rapidamente em temperatura ambiente, eliminando a necessidade de fornos e equipamentos de cura caros. Os adesivos de cianoacrilato podem reduzir custos, reduzindo o estoque de produtos necessários para a fabricação.
As aplicações típicas de cianoacrilato são:
  • União de cabos eletrônicos
  • Fone de ouvido preso
  • Ganchos de mangueira em mangueiras
  • Colagem de molduras interiores automotivas
  • União de peças durante o processo de montagem
  • União de anel de silicone
  • Colagem de dispositivos médicos descartáveis
  • Colagem de componentes de instrumentos musicais
  • Colagem de capas de celulares, antenas e teclados
  • Vedação da bateria
  • Aplicações de vidro
  • Vedação de laminados de transformadores
DICA: Ao colar com cianoacrilatos, use apenas adesivo suficiente para cobrir a área a ser colada. O excesso de adesivo não aumenta a resistência da ligação e pode reduzir o tempo de cura.

Uso geral

O próximo grupo de adesivos de etilcianoacrilato de uso geral adere rapidamente a uma ampla variedade de substratos. As resistências detalhadas aqui são para aço shotpeened, mas esses adesivos são conhecidos por sua capacidade de aderir a uma ampla variedade de plásticos e outros substratos.
O excelente desempenho e versatilidade dos adesivos de cianoacrilato Permabond eliminaram muitas limitações de produção e design de produtos, tornando a eficiência desses adesivos uma realidade para aplicações mais desafiadoras.
A Permabond fabrica todo o espectro de cianoacrilatos em uma variedade de viscosidades, taxas de cura, capacidade de preenchimento e adesão ao substrato. Os cianoacrilatos são ideais para aderir materiais como plásticos, metais, borrachas, compósitos e fenólicos. Nossos especialistas em química aperfeiçoaram os cianoacrilatos Permabond para um excelente desempenho em materiais de difícil colagem, incluindo: silicone, polipropileno, polietileno e PTFE.
A nossa gama de adesivos de cianoacrilato inclui os seguintes graus: reforçados, insensíveis à superfície (cura rápida), isentos de manchas (baixo odor), resistentes a altas temperaturas e aderentes a metais. Aceleradores, primers e solventes também estão disponíveis para aumentar a velocidade de cura, adesão e limpeza.

Reforçado para resistência ao impacto

Os cianoacrilatos formam juntas com propriedades de resistência ao cisalhamento e à tensão. Para aumentar a resistência ao impacto, a Permabond oferece a sua série 730 resistente ao impacto, em transparente e preto. Utilize esta série quando o conjunto estiver sujeito a possíveis vibrações, impactos, descascamentos ou dobras. Além da resistência ao impacto, esses cianoacrilatos apresentam maior resistência à temperatura. A faixa de temperatura de serviço é de -65°F (-54°C) a 250°F (120°C); Pode tolerar curtos períodos de temperaturas mais altas, desde que a junta não esteja sujeita a tensões desnecessárias.

Insensível a superfícies

A Permabond responde ao desafio da colagem de superfícies ácidas, como madeira, couro, papel ou cortiça, com a sua gama de produtos para todos os tipos de superfícies. Da mesma forma, esses etilcianoacrilatos apresentam bom desempenho em materiais muito secos ou porosos, o que amplia a gama de possibilidades de aplicação. A linha completa de produtos inclui classes penetrantes para aplicação pós-montagem, para preencher lacunas de 0,508 mm, e um verdadeiro gel que não cede e não goteja para aplicações verticais.

Sem manchas, pouco odor

Odores e resíduos (por exemplo, floração ou geada) são causados por moléculas que são liberadas no ar durante o processo de cura dos cianoacrilatos tradicionais. A fórmula Permabond apresenta monômeros de vapor de baixa pressão, resultando em um produto menos volátil. Há pouco ou nenhum odor durante a aplicação e praticamente nenhum resíduo depois de curado. Isto leva a uma melhor estética e maior conforto para o trabalhador.

Resistente a altas temperaturas

A Série 800 oferece a mais alta resistência à temperatura disponível, sem utilizar um processo secundário de cura por calor. Para certas aplicações, Permabond 919 e 920 são formulados para oferecer maior resistência à temperatura com o uso de um processo secundário de cura por calor.

Adesão ao metal

O agente de pegajosidade industrial instantâneo original, 910, continua sendo o único cianoacrilato de metila puro. É confiável para criar as ligações mais fortes entre substratos metálicos. O Permabond 910FS é um produto de fixação mais rápida e o Permabond 170 é um produto de maior viscosidade e maior capacidade de preenchimento de lacunas.

Primers e aceleradores

Os adesivos de cianoacrilato são muito eficazes na colagem de vários substratos como PP, PE, PTFE com o uso de Permabond POP (primer de poliolefina). QFS10, QFS16 e CSA NF aumentam a velocidade de cura de cianoacrilatos e curam rapidamente o adesivo exposto, reduzindo manchas.
Os cianoacrilatos unem uma ampla variedade de plásticos comumente usados na indústria de dispositivos médicos.

Adesivos de resina epóxi

Resinas epóxi monocomponentes

Os epóxis monocomponentes são ideais para uso em aplicações de alto desgaste, como colagem de ferramentas e máquinas de metal duro. São ideais para substituir soldas ferrosas e não ferrosas e podem reduzir significativamente os custos de produção de montagem. Sua excelente resistência ao impacto e temperaturas que variam de -40°C a 180°C (40°F a 355°F) o tornam uma alternativa de colagem estrutural muito popular.
Benefícios da resina epóxi de uma parte
  • A alta resistência ao descascamento aumenta a versatilidade do design da junta
  • Excelente durabilidade ambiental e química
  • Reduz significativamente os custos de produção para montagem
  • Adere à maioria dos materiais
  • É uma boa alternativa para soldagem ferrosa e não ferrosa
  • Graus de cura em baixa temperatura estão disponíveis para colagem de peças vulneráveis à temperatura

Resinas epóxi bicomponentes

Os epóxis de duas partes curam à temperatura ambiente. O calor não é necessário, mas pode ser usado para acelerar o processo de cura. Todos os produtos são fáceis de dosar, com misturador estático; não há necessidade de medir ou misturar manualmente. Permabond ET540 é uma mistura 2:1, resistente a temperaturas de -40°F a 240°F (-40°C a 120°C). Todos os outros produtos são 1:1 e resistentes a temperaturas de -40°F a 175°F (-40°C a 180°C).
Benefícios da resina epóxi de duas partes
  • A alta resistência ao descascamento aumenta a versatilidade do design da junta
  • A maioria apresenta uma proporção de mistura de 1:1 para facilitar a mistura
  • A cura rápida reduz os tempos de produção
  • Excelente durabilidade ambiental e química
  • Não requer equipamento de cura
  • Adere praticamente qualquer coisa; sem restrições de liberação

Adesivos Acrílicos Estruturais

Os acrílicos estruturais sem mistura e ativados por superfície da Permabond são isentos de solventes e não inflamáveis. Eles endurecem rapidamente e curam em temperatura ambiente, proporcionando uma solução eficaz para as demandas contínuas por maior velocidade na linha de produção.
Os acrílicos estruturais Permabond são adequados para colagem em uma ampla variedade de substratos, expandindo enormemente a gama de possibilidades de design. Materiais como metais, vidro, ímãs e compósitos aderem facilmente aos acrílicos estruturais Permabond.

Adesivos acrílicos estruturais de dois componentes

Permabond TA440 é um adesivo industrial bicomponente, isento de solventes e não inflamável. Não é dispensado um misturador estático, mas é projetado para ser misturado na montagem. Basta colocar um cordão do componente A e depois um cordão do componente B sobre ele. Quando os componentes são montados, é produzida a mistura correta para iniciar a cura. TA440 forma ligações muito fortes e duráveis em metais e ferritas.
Permabond TA4810 e TA4820 são adesivos de metacrilato de metila. Ambos formam uniões duradouras e de grande força em muitos

LinkedIn
Twitter
Email
WhatsApp
Print

O que devo fazer agora?

Se tiver mais perguntas e quiser saber como melhorar a sua aplicação industrial, ligue-nos ou preencha o formulário de contato para que um dos nossos técnicos possa contactá-lo para obter aconselhamento.

Ajudamo-lo a otimizar os seus processos de produção e a resolver qualquer problema relacionado com adesivos industriais, selantes, lubrificantes industriais ou produtos para proteção eletrónica através do nosso serviço de suporte técnico.

Se achou este artigo interessante, pode partilhá-lo clicando nos botões abaixo.

NOVO whitepaper DE ARALDITE REPARAÇÕES EM CONDIÇÕES EXTREMAS
NOVO whitepaper DE ARALDITE: REPARAÇÕES EM CONDIÇÕES EXTREMAS
POSTS MAIS RECENTES
Procuras um produto específico?

Estamos empenhados em otimizar as suas aplicações através das nossas tecnologias e aconselhamo-lo sem qualquer compromisso.

Subscreva o nosso blog

Inscreva-se para receber mais artigos como este diretamente na sua caixa de entrada.

Contactar Antala

Os dados pessoais fornecidos voluntariamente por si através deste formulário web serão processados pela ANTALA INDUSTRIA, S.L., como responsável pelo processamento, a fim de tratar o seu pedido, consulta, reclamação ou sugestão, sem qualquer comunicação ou transferência de dados e guardados pelo tempo necessário para tratar do seu pedido. Poderá exercer o seu direito de acesso, rectificação ou eliminação dos seus dados, contactando arco@antala.pt. Para mais informações, consulte a nossa Política de Privacidade. 

Araldite whitepaper
REPARAÇÕES EM CONDIÇÕES EXTREMAS

Este Whitepaper explica como otimizar o tempo do pessoal de manutenção técnica em ambientes extremos. 

A redução do tempo de trabalho não é fácil: são muitas vezes necessários técnicos altamente qualificados para trabalhar em períodos de tempo muito apertados e com condições de trabalho difíceis.

PRODUTOS PARA O SETOR EÓLICO

Conhece os melhores produtos técnicos das melhores marcas para a indústria eólica? Saiba como melhorar o desempenho das turbinas eólicas, bem como como proteger e reparar danos.